Mercado

Balneário Camboriú está prestes a ganhar um complexo de casas de shows e eventos com conceito inédito

 

O Music Park BC pretende replicar em Balneário Camboriú a experiência bem sucedida de empreendimentos como o Music Park Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC). Serão quatro casas - Terraza, The Room, Live e LOB - que imprimirão um conceito plural, direcionado a diversos tipos de público através de operações que variam de festivais de música eletrônica, a shows nacionais e até eventos sociais como casamentos e formaturas. O Local tem nada menos que 8 mil metros quadrados de área construída, definida pela integração entre som, iluminação e múltiplas formas de organização das casa. No seu entorno, um parque de 120mil metros quadrados garante a relação com a natureza, bem como, comodidade de acesso e infraestrutura de estacionamento aos visitantes.

Revitalizando o local onde houve a tentativa de firmar a "Space Balneário Camboriú", o espaço abre as portas oficialmente no dia 5 de setembro, com o show de Lulu Santos (foto) e recebe, ainda no mesmo mês Júlio Inglesias.  

“O que se pretende é lançar um arco de opções que contemple todas as idades, gêneros musicais e preferências de lazer”,
Sandro Horta, Gestor Executivo.

SKOL lança nova plataforma de música e lança três novos selos

 

Conhecida por várias iniciativas relacionadas à música, a SKOL acaba de lançar mais um grande projeto na área. A marca apresenta a SKOL MUSIC, uma nova plataforma de comunicação focada 100% em música e composta por diversas frentes – que vão desde patrocínios dos principais eventos, festas e festivais que acontecem no Brasil (como Lollapaloza e Tomorrowland), um portal sobre música (skol.com.br/music), um aplicativo (Soundspot), a rádio Skol com diversos canais, até uma ação mais profunda e transformadora, que promete movimentar o novo mercado autoral brasileiro: os SELOS SKOL.

Com direção geral de Coy Freitas, cada selo será capitaneado por um produtor musical de peso – Zegon, Carlos Eduardo Miranda e Dudu Marote – e terá um casting artístico totalmente brasileiro.

Cada selo irá contratar entre três e cinco artistas em 2014 – que os diretores prometem revelar ainda em setembro – e cuidará não só de seus lançamentos fonográficos, mas de todos os pontos fundamentais de uma carreira artística, como imagem, divulgação online e off-line, distribuição e marketing, além de agregar parceiros especializados para os trabalhos de agendamento de shows e merchandising.

O projeto reafirma a principal função que as gravadoras têm para o público: a curadoria. Os selos servem como filtros diante de uma infinidade de opções disponíveis – e rapidamente acessadas – por meio da internet. Eles ditam tendências, aquecem o mercado, lançam novos talentos, criam movimentos e servem como um ímã de pessoas com referências estéticas parecidas.

Os selos da SKOL MUSIC fazem parte de um projeto ousado e autoral, que promete movimentar a cena musical brasileira e proporcionar experiências musicais inesquecíveis. Saiba mais sobre cada um deles:

BUUUM

O Buuum traz as batidas da bass music. Ninguém melhor para liderar artistas deste gênero que o DJ e produtor Zegon, que carrega na bagagem a produção de mais de 100 discos, entre eles a nata do rap nacional do final dos 90 e começo dos 2000, como Sabotage, Racionais MC's, Marcelo D2, MV Bill e SNJ. Zegon também tem no currículo trabalhos com Kanye West, RZA, N.A.S.A. e M.I.A.

TRALALÁ

Velho conhecido da cena roqueira, Miranda ficará à frente da Tralalá, que vai reunir projetos voltados para o universo indie rock. Presente no cenário musical desde os anos 80, Miranda já produziu álbuns dos Raimundos, Otto, Cansei de Ser Sexy e O Rappa, além de ter sido empresário do Sepultura e idealizador do Trama Virtual, site pioneiro que desenvolveu uma comunidade para divulgação de bandas independentes no Brasil.

GANZÁ

Por fim, o selo Ganzá irá cuidar dos artistas ligados à música eletrônica, que serão apadrinhados pelo produtor Dudu Marote. Um dos grandes hitmakers do país, Marote foi responsável pela produção de discos de bandas como Skank, Jota Quest e Pato Fu. Marote, que assina também como PRZTZ, é colecionador de sintetizadores antigos e deu uma entrevista sobre o tema para o Anuário do Mercado 2013 do Rio Music Conference.

 

Saiba mais, acesse: SKOL.COM.BR/MUSIC

Em skol.com.br/music o consumidor encontrará podcasts, clipes, makingofs, mixtapes e todas as notícias relacionadas aos selos e seus artistas, além de novidades do mundo da música sob o ponto de vista de quem faz parte do processo de produção e criação.

O site também hospedará as demais iniciativas de Skol no universo musical, como o patrocínio de grandes eventos como o Lollapalloza, Tomorrowland e Boiler Room, o Skol Beats Factory e também as inovações digitais da marca, como o recém-lançado app Soundspot.

 

Programa do Ministério da Cultura leva jovens com experiência na economia criativa ao exterior

O Ministério da Cultura lançou, nesta quinta-feira (31), dois editais para cursos e eventos no exterior, com o objetivo de levar 500 jovens para estudar e participar, em outros países, de eventos das mais diversas áreas e cursos. As atividades serão desenvolvidas entre novembro deste ano e março de 2015 e os editais abrangem áreas como música, artes cênicas, rádio, televisão e artesanato. Para ser selecionado, o jovem precisa ter alguma experiência na área em que está interessado.

As instituições de ensino que receberão os jovens brasileiros foram mapeadas pelo ministério e visitadas pela ministra da Cultura, Marta Suplicy. O critério para aceitação vai depender das próprias universidades estrangeiras, que receberão uma carta do estudante interessado, com auxílio do Ministério da Cultura.

Depois disso, o jovem receberá convite da instituição, mas ainda terá que ser aprovado por uma banca composta por representantes do Ministério da Educação, da Diretoria de Relações Internacionais e da Fundação Nacional das Artes (Funarte), entre outras instituições.

Segundo Marta Suplicy, após retornar ao país, os jovens selecionados terão de participar de cursos, oficinas e apresentações artísticas sobre o que incorporou no exterior para multiplicar o conhecimento que obteve nos intercâmbios. Há um contrato em que ele [o jovem] vai ter que fazer essa prestação depois que voltar, informou a ministra. "Quando têm essa experiência, as pessoas voltam com tanta vontade de mostrar o que aprenderam e fizeram. Não teremos, portanto, problema nenhum em direcionar isso", afirmou.

Os interessados em participar da iniciativa já podem se inscrever no site do Ministério da Cultura. As dúvidas podem ser esclarecidas pelos endereços This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.  e  This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. .

O ministério espera a adesão de mais instituições dos cinco continentes ao programa até 2016. Segundo o ministério, a partir do ano que vem, o programa incluirá também estudantes brasileiros que façam cursos de graduação e pós-graduação no exterior nas áreas culturais.

Transmissão do Tomorrowland ao vivo em São Paulo

 

Os 10 anos do festival Tomorrowland serão comemorados em 2014, e o presente chega ao Brasil no mês de julho, durante a próxima edição do festival na Bélgica.

tomorrowland-announce-phase-1-of-lineup

No próximo dia 20 de julho, no Parque Cândido Portinari (anexo ao Parque Villa-Lobos) acontecerá o primeiro evento-satélite do festival em toda a sua história, no qual todos os fãs poderão acompanhar em um telão gigante a transmissão ao vivo do Tomorrowland direto do seu Main Stage na Bélgica. Durante quatro horas, os fãs brasileiros poderão experimentar a experiência do festival em um evento gratuito.

Segundo os organizadores, na segunda-feira a página oficial informará como retirar as pulseiras gratuitas para comparecer ao evento. Fique de olho!

Transmissão ao vivo do Tomorrowland
Dia 20 de julho, Das 14:00 as 19:00
Parque Candido Portinari (anexo ao Parque Villa-Lobos)
Avenida Queiroz Filho, 1365
Entrada gratuita

http://www.facebook.com/tomorrowland

 

Rock in Rio confirmado em Las Vegas em 2015

 

Roberto Medina, o empresário fundador do Rock in Rio, irá levar um dos maiores eventos do mundo para uma das mais conhecidas capitais do entretenimento no mundo: Las Vegas. Quem informa é o jornal The New York Times.

Em maio de 2015 o RiR completa 30 anos de sua primeira icônica edição no Rio com Queen, AC/DC e Iron Maiden, e é também quando invade a famosa Las Vegas Strip para a realização de um projeto de U$75mi. É o maior investimento realizado no festival desde sua criação - pontua o jornal americano -, algo justificável quando considerada a grande concorrência que o evento, até então inédito, encontra nos Estados Unidos.

O Rock in Rio Las Vegas acontecerá em dois finais de semana: nos dias 8 e 9 de Maio será voltado ao rock, e 15 e 16, ao pop. Em uma parceria com o hotel e cassino MGM Grand, 33 acres próximos ao mesmo serão utilizados para a construção da estrutura ao ar livre, que deve comportar 80mil pessoas por dia (foto).

Vale lembrar que o Rock in Rio realizou apenas 5 edições no Rio de Janeiro desde sua criação, mas a última delas, em 2013, contou com a presença de 595 mil pessoas em todos os 7 dias do evento.

Assista ao vídeo teaser do festival, que começa a ser veiculado em sessões de cinema dos EUA nos próximos dias:

 

Festival SXSW aberto para inscrição de artistas

O South By Southwest, ou SXSW, é considerado pela crítica especializada um dos festivais mais focados em inovação, cinema e música – não necessariamente eletrônica. O festival acontece anualmente na cidade de Austin, no Texas desde 1987 e tem expandido a cada edição. Em 2011, por exemplo, foram 6 dias de dedicados à música e 9 aos filmes e documentários independentes.

O festival é conhecido por representar uma imensa concentração de pessoas criativas e envolvidas com o mercado de inovação e tecnologia, e considerado um dos responsáveis pelo crescimento do mercado independente nos Estados Unidos e no mundo.

Para o ano de 2015, o SXSW já tem datas definidas: de 13 a 22 de março. Os ingressos para o público começam a ser vendidos em agosto. A novidade é que o festival está aberto para a inscrição de novos artistas a um modesto valor de U$33, através da inovadora plataforma Sonicbids. O SXSW é democrático: se você tiver como ir até lá, pode aproveitar a chance de ter sua música ouvida por milhares de pessoas! Saiba mais aqui.

Vale lembrar que o festival recebe, ano após ano, a maior concentração de novos artistas e também de nomes já consolidados da música independente como Jack White, Arcade Fire, Pretty Lights, e também nomes da EDM como Kaskade e Zedd. Em 2014, foram mais de 600 artistas internacionais.

Inscreva-se em : http://sxsw.com/

Gravadoras independentes ameaçam ficar de fora do novo YouTube

Uma notícia que pode iniciar uma grande mudança no mundo da música foi publicada ontem (terça-feira, 17 de junho) pelo jornal Financial Times.

Segundo o jornal, há grandes chances de que artistas como Adele (foto), Arctic Monkeys e Jack White, além de centenas de artistas independentes, sejam deixados de fora do YouTube. Isto porque a WIN (World Independent Network), entidade representativa dos artistas e gravadoras independentes, se recusa a assinar o contrato das novas políticas de adesão aos termos site, que tem a intenção de tornar-se mais uma plataforma de streaming, competindo com serviços como Spotify e Deezer.

O anúncio da novidade por parte do YouTube foi feito em maio, e o chefe de parceiras de conteúdo do portal, Robert Kyncl, afirma ao Financial Times que 90% dos artistas foram favoráveis à nova política e concordaram com os novos termos. Os 10%, representantes de gravadoras independentes, pedem a intervenção de órgãos reguladores da indústria fonográfica sob a prerrogativa de que os novos termos de remuneração aos artistas propostos pelo portal de conteúdo em vídeo são “altamente desfavoráveis e inegociáveis”. A não assinatura do contrato manterá fora da rede os conteúdos dos artistas e gravadoras independentes membros do WIN.

O novo serviço do YouTube acaba com a plataforma de compartilhamento grátis que conhecemos até hoje, sendo necessário o pagamento de uma adesão para que qualquer usuário possa utilizá-la. Segundo Kyncl, o serviço entrará em voga nos próximos meses.

Fonte: The Financial Times

Copyright © 2013  Rio Music Conference. Todos os direitos reservados.

You are here: Home Notícias Mercado